Terceira Margem Amazônia, Vol. 5, No 13 (2019)

ADAPTABILIDADE HUMANA E ESTRATÉGIAS DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL NA COMUNIDADE SÃO JOSÉ (CAREIRO DA VÁRZEA, AM)

Aline Souza de Carvalho, Marília Gabriela Gondim Rezende, Therezinha de Jesus Pinto Fraxe

Resumo


A várzea é um ambiente muito profícuo à adaptação humana devido à alta fertilidade de seus solos e do complexo sistema de drenagem dos rios, lagos e furos formados no seu interior, facilitando o desenvolvimento de espécies aquáticas como peixes e quelônios. Quando o ser humano se adapta ao ambiente que se encontra, a várzea utiliza as fontes disponíveis, os recursos naturais, sua utilização deve ser realizada de forma racional para não os levar à escassez. O presente trabalho teve como objetivo analisar as estratégias de conservação ambiental e de adaptabilidade humana existentes na Comunidade São José, localizada no município Careiro da Várzea, estado do Amazonas. A pesquisa foi realizada com 16 famílias da comunidade, totalizando 56 pessoas, obtendo assim uma amostra de 30%. Para a coleta de dados, foram feitas entrevistas abertas, mapas mentais, formulários e entrevistas abertas, contendo tópicos referentes à organização do trabalho, atividades produtivas e organização social. A partir dos dados obtidos in loco na pesquisa, conclui-se que, com as variações sazonais do rio, as atividades que os moradores realizam dependem do momento em que está o regime fluvial. A maior porcentagem obtida pela atividade desenvolvida, durante a cheia, foi o canteiro suspenso. Outro fator importante é que a agricultura não é a única atividade econômica dos moradores, ou seja, não vivem apenas de uma única atividade, mas de várias que lhes dão condições de reprodução social.

Texto Completo: PDF