Terceira Margem Amazônia, Vol. 3, No 10 (2018)

O USO DE CERTIFICAÇÃO DE ORIGEM PARA BIOPRODUTOS AMAZÔNICOS COMO ESTRATÉGIA PARA EMPODERAR COMUNIDADES A PARTIR DA ECONOMIA VERDE

Roseane de Paula Gomes Moraes, Olinda Maria Figueira Canhoto, Carlos Victor Lamarão, Valdir Florêncio da Veiga Júnior

Resumo


Na Amazônia, o extrativismo como fonte de renda não tem gerado ganhos suficientes para permitir o desenvolvimento adequado e sustentável das populações locais. O sistema de qualidade denominado Denominação de Origem (D.O.) é usado em várias regiões do mundo, esta certificação dá ao produto uma identidade única, pois o nome geográfico estabelece um elo entre suas características, a sua origem e a cultura do povo que o produz. O uso deste tipo de certificação aplicado aos bioprodutos da Amazônia pode ser uma alternativa de desenvolvimento sustentável para as comunidades. A certificação é associada a um modelo baseado na economia verde, a qual assume baixos volumes de produção, valorizando características únicas do produto, com a aplicação de tecnologias centradas na qualidade de processos e produtos, resultando, assim, na criação de bioprodutos com denominação de origem e valor agregado.

Texto Completo: PDF