Terceira Margem Amazônia, Vol. 2, No 9 (2017)

OVINOS DE CORTE NO ESTADO DO AMAZONAS: ÊNFASE EM TECNOLOGIAS NO MANEJO PRODUTIVO

Roseane Pinto Martins de Oliveira, Franklyn Ferreira de Oliveira, Alen Passos, Carlos Victor Lamarão

Resumo


Por meio de uma revisão bibliográfica, objetiva-se nesse trabalho, abordar a ovinocultura de corte no Estado do Amazonas com ênfase nas tecnologias do manejo reprodutivo. A produção de carne de cordeiros é uma possibilidade de renda para o produtor do Estado do Amazonas quando considerado o grande potencial de crescimento do setor, mas, para que seja viável, é necessária a correta utilização dos manejos reprodutivo, sanitário e nutricional. Aponta-se este tipo de criação como modelo sustentável para produção de proteína animal na região amazônica, com possibilidade de tornar-se economicamente viável por seu alto valor agregado por hectare, proporcionando desse modo uma maior inclusão social e de gênero, sobretudo na produção em escala familiar, já que por serem animais de pequeno porte facilita o manejo por mulheres e idosos, e por promover maior harmonia no uso de recursos naturais com uma menor compactação do solo pelo pisoteio e necessitar de reduzida área de pastagem, evitando o desmatamento de novas áreas. A utilização de práticas simples de manejo reprodutivo como a estação de monta se mostra possível ao pequeno e ao grande produtor, podendo, assim, planejar a época que terá animais para o abate e também negociar grupos uniformes de borregos para conseguir um melhor preço final de seu produto. A adoção de tecnologias no manejo reprodutivo fará com que aumente a eficiência reprodutiva, possibilitando melhoria no desempenho zootécnico e econômico do rebanho no Estado do Amazonas.

Texto Completo: PDF