Terceira Margem Amazônia, Vol. 2, No 9 (2017)

OS IMPACTOS DOS EVENTOS HIDROLÓGICOS EXTREMOS E A GOVERNANÇA AMBIENTAL: ESTUDO SOBRE A ASSIDUIDADE DOS ALUNOS NO DISTRITO DE TERRA NOVA, CAREIRO DA VÁRZEA/AM

Henrique dos Santos Pereira, Suzy Cristina Pedroza da Silva, David Franklin da Silva Guimarães, Mônica Alves de Vasconcelos

Resumo


Os eventos hidrológicos extremos ocorridos nos últimos anos nos rios da Amazônia, tanto na época de cheias, quanto de vazantes constitui um desafio de gestão na educação, a cada ano, pois muitas vezes ocorre a paralisação total das atividades escolares, reorganização dos calendários letivos, falta no fornecimento de água e o acesso dos alunos por via terrestre e fluvial às escolas é comprometido. Nesse contexto, esse estudo analisou os impactos gerados na escola, a partir desses eventos, que refletem principalmente na assiduidade dos alunos. O estudo foi realizado nas escolas da rede pública de ensino fundamental, no Distrito de Terra Nova, localizado em área de várzea (planície de inundação), no município do Careiro da Várzea/AM. Mediante estudo exploratório e descritivo com entrevistas com gestores e professores, os resultados de três escolas da área do estudo, no período de 2005 a 2015 constatam a vulnerabilidade do sistema educacional, de governança ambiental, manifestada pela redução sazonal da assiduidade nos 3º e 4º bimestres que correspondem ao período de vazante. Quanto mais intensa foi a vazante do rio, maior foi a redução da assiduidade, principalmente de alunos mais novos do 2º e 3º ano do ensino fundamental, devido às dificuldades de locomoção.

Texto Completo: PDF