Terceira Margem Amazônia, Vol. 2, No 9 (2017)

A INCLUSÃO DOS POVOS INDÍGENAS NAS DIRETRIZES DO PLANO DE GESTÃO DA RDS DO TUPÉ, AMAZONAS

Pedro Henrique Mariosa, David Franklin da Silva Guimarães, Emilly Graziela Padron da Cruz, Valmir César Pozzetti

Resumo


O processo de criação de Unidades de Conservação de Uso Sustentável é uma importante estratégia de proteção ambiental, mas deve primar pela valorização sociocultural e participação dos diversos atores sociais. Nesse sentido, a presença de povos indígenas em unidades de conservação traz consigo diversos questionamentos acerca da participação, representação e inclusão dos mesmos na gestão dessas áreas protegidas. Para trazer contribuições a essa lacuna, a presente pesquisa tem por objetivo analisar a inclusão dos povos indígenas no processo de gestão da RDS do Tupé, Amazonas. Com uma abordagem qualitativa, esse trabalho foi desenvolvido através de revisão bibliográfica, levantamento documental e estudo exploratório. Concluiu-se que são necessários alguns apontamentos ao órgão gestor para que este inclua em sua pauta a consulta aos povos indígenas.

Texto Completo: PDF