Terceira Margem Amazônia, Vol. 2, No 6 (2017)

ECONOMIA SOLIDÁRIA E TERRITORIZALIZAÇÃO: ELEMENTOS CONCEITUAIS DE UM OUTRO DESENVOLVIMENTO

Isaac Fonseca Araújo

Resumo


Discute-se, neste texto, a noção de economia solidária articulada à de territorialização: a primeira, com base em reflexões da lavra de Paul Singer (2000; 2002), Luis Gaiger (2003; 2004), José Hernandéz (2012) e Cançado et al. (2012), entre outros; a segunda, a partir de Claude Raffestin (1993), Rogério Haesbaert (2006), Abramovay e Filho (2004) e Pierre Teisserenc (2010). Em ato contínuo, analisa-se em que medida essa pressuposta dialética se contrapõe ao modo de produção capitalista, portanto, na perspectiva de um outro desenvolvimento (Bocayuva, 2006; Singer, 2000; 2004), ainda que no plano do discurso. Argumenta-se, muito sumariamente, acerca do lugar e/ou da condição que a economia solidária tem ocupado no contexto brasileiro. Por fim, salienta-se que a economia solidária tem potencial orgânico para se constituir em um novo modo de produção (desde que ocorram reformulações no campo econômico tanto quanto nos aparelhos do Estado), contudo, sua trajetória tem sido marcada por limites que obstaculizam e/ou estrangulam sua consolidação.

Texto Completo: PDF